Como não errar na escolha do seu perfume

Postado por Tati Modelski en
Diante de tanta diversidade, pode ser difícil escolher a fragrância que combina melhor com você. Por isso, sabendo algo mais antes da vendedora lhe oferecer uma porção de papeizinhos borrifados, sua chance de acertar na compra aumentará muito. Um perfume é resultado de uma média de 75 a 200 essências. Por essa razão, ele é composto por notas de cabeça, notas de coração e notas de fundo, que é mais ou menos como o cheiro dividido em etapas. Isso porque cada nota tem o seu tempo de evaporação e, portanto, de duração na pele. São elas:
Notas de cabeça: é a primeira impressão que se tem do perfume. Como as moléculas são menores, em menos de três minutos, elas evaporam.

Notas de coração: é o verdadeiro cheiro do perfume e se mantém na pele de cinco a oito horas.

Notas de fundo: as notas que dão corpo ao perfume. Feitas a partir de moléculas mais pesadas, elas são as últimas a irem embora, durando até vinte e quatro horas.

Ao comprar:

  • Já aconteceu de na loja você achar um perfume divino e com o uso o cheiro ficar completamente diferente? Isso ocorre porque logo que o perfume é aplicado é preciso alguns minutos para as notas de cabeça evaporarem e as notas de coração (o verdadeiro cheiro) se sobressaírem. A dica é fazer uma horinha na loja antes de se decidir.
  • Não compre uma fragrância porque gosta dela em algum conhecido. A química e oleosidade natural da pele reagem com as essências do perfume, fazendo com que ele nunca fique igual de pessoa para a pessoa.
  • Faça uma pré-seleção de, no máximo, seis perfumes para depois prová-los. Aromas de tipos diferentes são mais fáceis de distinguir do que cheiros parecidos. Num curto espaço de tempo, podemos reconhecer cinco ou seis fragrâncias diferentes e só três aromas similares.
  • Quando provar os perfumes, distribua-os em diversas partes do antebraço, para que eles não se misturem.

Cuidados:

  • O melhor lugar para guardar seus perfumes é no guarda-roupa, ou qualquer lugar escuro e fresco. O banheiro não é indicado porque a umidade e oscilações de temperatura são prejudiciais às fragrâncias.
  • Previna a evaporação. Mantenha-os nas caixas originais e nunca deixe-os destampados por muito tempo.
  • Em geral, a vida útil de um perfume é três anos. Com sorte, ele pode durar mais. Quando a coloração tender para o caramelo e o aroma ficar avinagrado, hora de jogar fora.
Como usar:

  • Os melhores lugares para se passar perfume são onde a circulação sangüínea é maior: na nuca, atrás da orelha, pulsos, pescoço e dobra do braço. Evite o contato com as mucosas e os olhos.
  • A pior coisa é o choque de cheiros. Escolha uma fragrância e use a linha toda, desde o sabonete e gel pós-barba até o desodorante. Se o dinheiro estiver curto, alie seu perfume a um desodorante sem cheiro.
  • No verão, menos. Quanto maior a temperatura do corpo, o perfume exala mais. De manhã, o olfato também é mais apurado, portanto, use com moderação.


Créditos: Estetic Derm
Imagem do google, caso ela seja sua, entre em contato que colocarei os devidos créditos!

2 comentários:

Teca disse...
9 de janeiro de 2011 08:31

Adorei as dicas! Postei os selinhos q vc me deu lá no blog: http://vcmaisbonitasempre.blogspot.com/2011/01/selinhos-sorteios-amigo-oculto.html
Bjo

Gi Lizarda disse...
17 de janeiro de 2011 08:24

Como sempre... ótimas dicas! Tá de parabéns, tati! Bjs.

Postar um comentário